sexta-feira, 2 de abril de 2010

Não pense que você não tem nada a ver com isso!


Aproveitando a Páscoa pra falar sobre um assunto que pouca gente sabe e se sabe precisa divulgar. A imagem bonitinha dos coelhinhos em meio a ovos de chocolates tão comuns nessa época é bem diferente nas empresas de produtos químicos:


E nós, futuras donas de casa vamos ter que abastecer nossos armários da cozinha, banheiro e área de serviço de centenas desses produtos. O que pouca gente sabe é que a maioria desses produtos são testados em animais antes de chegarem às prateleiras dos mercados e entrarem na nossa casa.


Testes em Animais: Todo e qualquer experimento com animais cuja finalidade é a obtenção de um resultado seja de comportamento, medicamento, cosmético ou ação de substâncias químicas em geral. Geralmente os experimentos são realizados sem anestésicos.

Os Testes Mais Comuns

Teste de Irritação dos Olhos:


É utilizado para medir a ação nociva dos ingredientes químicos encontrados em produtos de limpeza e em cosméticos. Os produtos são aplicados diretamente nos olhos dos animais conscientes. Os coelhos são os animais mais utilizados nos testes Draize, pois são baratos e fáceis de manusear. Seus olhos grandes facilitam a observação dos resultados. Para prevenir a que arranquem seus próprios olhos (auto-mutilação), os animais são imobilizados em suportes, de onde somente as suas cabeças se projetam. É comum que seus olhos sejam mantidos abertos permanentemente através de clips de metal que seguram suas pálpebras. Durante o período do teste, os animais sofrem de dor extrema, uma vez, que não são anestesiados. Embora 72 horas geralmente sejam suficientes para a obtenção de resultado, a prova pode durar até 18 dias.

Teste Draize de Irritação Dermal:

Consiste em imobilizar o animal enquanto substâncias são aplicadas em peles raspadas e feridas (fita adesiva é pressionada firmemente na pele do animal e arrancada violentamente; repete-se esse processo até que surjam camadas de carne viva). Substâncias aplicadas à pele tosada do animal. Observam-se sinais de enrijecimento cutâneo, úlceras, edema etc..

Empresas que TESTAM produtos em animais:
UNILEVER, BOMBRIL, NESTLÉ, BIC, COLGATE–PALMOLIVE, PRITT, CALVIN KLEIN, JOHNSON&JOHNSON, CLOROX, BARUEL, SANOL, PROCTER&GAMBLE, ADES, ALA, ARISCO, AJAX, PINHO-SOL, PLAX, PROTEX, SORRISO, KOLYNOS, POMPOM, PREVENT, RAÇÃO CANINE, TANDY, ASSOLAN, SCHERING-PLOUGH, L’OREAL, BECEL, BRILHANTE, CICA, CLAYBON, CLOSE UP, COMFORT, DORIANA, FOFO, FRISKO, GESSY, HELLMANN’S, KIBON, KNORR, LIPTON ICETEA, LUX, MAIZENA, MINERVA, OMO, POND’S, REXONA, SEDA, SIGNAL, SUAVE, AXE, DOVE, PINHO, VINÓLIA, BAND-AID, BANHO A BANHO, CAREFREE, CLEAN&CLEAR, COTONETES, JONTEX, KY, MODESS, OB, PERFEX, SEMPRE LIVRE, SUNDOWN, TRIATOP, ACE, ALWAYS, ARIEL, PAMPERS, PANTENE, PRINGLES, RAÇÃO EUKANUKA, RAÇÃO IAMS, TAMPAX, DURACELL, LIQUID PAPER, ORAL B, WELLA, SCOTCH BRITE, DEL, PFIZER, SANTHER, ROSATEX, ERNO LASZLO, DIAL, GALDERMA, COTY, KIMBERLY-CLARK, ALOÉS, MASTERFOODS, MELALEUCA, ORAL B, TOTAL QUÍMICA.

Eu também utilizo uma série de produtos das marcas acima, mas podemos optar por produtos de empresas que não fazem testes em animais como estas:

Empresas que NÃO realizam testes com animais:
AVON, NIVEA, DAVENE, FARMAERVAS, RAÇÃO FRIDOG, RAÇÃO FARO, GRANADO, GIOVANNA BABY, NIASI, BIORENE, BIOCOLOR, CHARME, PERSONAL, KISS, SNOB, SYM, SKALA, YPÊ, ABELHA RAINHA, CONTENTE, FRI DOG, ECOLOGIE, BUFALO, DALENE, YPÊ, L’ACQUA DI FIORI, O BOTICÁRIO, BONYPLUS, ÉH, ÁGUA DE CHEIRO, CONTEM 1G, NAZCA, FLORESTAS, GOTAS VERDES, CONDOR, RACCO, VITADERM, ASR, WELEDA, TOP CAT, CASSIOPÉIA, PHILIPS, REVLON, VICTORIA’S SECRET, CLARINS, AVORA, PAYOT, ECOLOR, CHANEL, ALL-NATURE, MAXLOVE, TERRACTIVA, HERBALIFE, SHIZEN, RAHDA, PROLEV, MAUÁ, FARO, ÉVORA, MAHOGANY, BIOEXTRATUS, DEPILSAM, KORAI, GUABI, EMBELLEZE, ESSENCE, NATUPHITOS, COFERLY

Não só os coelhinhos são usados nos testes:




O Que Fazer?

Você gostaria que os testes em animais acabassem?

- Evite usar os produtos testados em animais;

- Conscientize as pessoas a não usarem produtos testados em animais;

- Divulgue a lista de produtos qiue não utilizam tal crueldade;

- Envie e-mails às empresas que testam informando que deixarão de usar os produtos enquanto elas testarem em animais;

- Mobilize as pessoas ao seu redor a fazer o mesmo;

- Exija das empresas que parem os testem em animais

- Incentive à adoção de métodos substitutivos.


Para saber mais Clique aqui


Beijos e Feliz Páscoa!

fonte: Projeto Esperança Animal

3 comentários:

  1. que judiação, tem tanta coisa que a gente acaba na ignorância né...são muitas marcas, aff que judiação.
    Feliz Páscoa pra vc tmbém

    ResponderExcluir
  2. calli, que coisa mais triste.
    e a gente sempre acha que os crueis com os animais são os chineses.
    nós tb quando optamos por usr estas marcas.
    um excelent post!
    bjs
    lilly
    http://coisadelilly.wordpress.com
    http://blogdareforma.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. fiFiquei na duvida, como as outras empresas testam os seus produtos??

    tipo elas tem q vender algo que não faça mal a nós.

    Achei sacanagem, bem triste também esse negocio de testes em animais

    ResponderExcluir